Nutricosméticos | Uma ajuda extra na beleza

Por: Priscila Scariot – Nutricionista

13560Na busca por uma aparência saudável, os nutricosméticos surgem como aliados da beleza. Sem esquecer de consultar um profissional, as cápsulas podem contribuir no tratamento da celulite, acne, olheiras, unhas fracas, cabelos opacos e quebradiços, e no processo de emagrecimento, acelerando o metabolismoPara ter um corpo bonito, pele, unhas e cabelo saudáveis não tem segredo. O sucesso é a combinação de uma alimentação balanceada e exercícios físicos. Mas a combinação de exercícios, bons alimentos tem aliados na indústria da beleza. Os nutricosméticos não são nem cosméticos, nem alimentos, e segundo a ANVISA são enquadrados como alimentos funcionais prescritos por dermatologistas e nutricionistas para pacientes que buscam se livrar da celulite, das unhas fracas ou do cabelo quebradiço. Na entrevista abaixo, a nutricionista Priscila Scariot explica o papel dos nutricosméticos no organismo, o tempo de uso, e a importância do acompanhamento profissional. “Quando o profissional consegue identificar a real necessidade metabólica de seu paciente, os nutricosméticos terão importante papel na busca pela beleza”, explica.+Entrevista:
Para começar, o que são os nutricosméticos?

O nutricosmético deriva da combinação do conceito de alimento, fármaco e cosmético, sendo como a última tendência da indústria da beleza, caracterizado pela ingestão de alimentos com o propósito de melhorar os aspectos estéticos e também a saúde. Considerando que, o nutricosmético não é nem cosmético nem alimento, a ANVISA enquadra os produtos nutricosméticos na categoria de alimentos funcionais, porque produzem efeitos metabólicos ou fisiológicos por meio da atuação de um nutriente na manutenção do organismo. Considerando que o cosmético age topicamente, portanto, só é aprovado para uso externo, os produtos ingeridos não são considerados cosméticos e necessitam de outro tipo de registro, bem como, de normas mais criteriosas e normalmente são prescritos por Dermatologistas e Nutricionistas.

Qual o principal papel dos nutricosméticos?
Também chamadas de “cápsulas da beleza”, preconizam, basicamente, que é preciso preparar o organismo internamente, para obter dele resultados externamente. Ou seja, nutrem de dentro para fora. Não sendo remédios, poderiam ser avaliados como suplementos nutricionais, promovendo o fortalecimento e agindo também de forma profilática, complementando o uso dos cosméticos nos cuidados da pele, cabelos e unhas.

Quais os problemas de beleza que podem resolver?
A maior parte dos produtos nutricosméticos usa em sua composição antioxidantes extraídos de alimentos, como as vitaminas A, C e E, o licopeno (presente no tomate), os bioflavonoides (encontrados nas frutas cítricas e uvas escuras), as catequinas (presentes no chá verde, uvas e morango), o ácido fenólico (presente no brócolis, cenoura, grãos integrais) quercetina (das cascas de uva e vinhos) e o ômega 3 (presente nos peixes). Essas substâncias são conhecidas, principalmente, por ajudar a retardar o envelhecimento, já que combatem os radicais livres, prevenindo o surgimento das rugas. Por terem ação diurética, combatem o inchaço, como por exemplo pós-operatórios de cirurgia plástica, onde otimizariam também o processo de cicatrização e formação de colágeno. Outros podem contribuir no tratamento da celulite, acne, olheiras, unhas fracas, cabelos opacos e quebradiços, bem como no processo de emagrecimento, acelerando o metabolismo.

Os nutricosméticos podem ser um aliado na dieta e da busco de um novo corpo?
Com certeza. Em todos os processos metabólicos do nosso corpo estão envolvidos um arsenal de nutrientes, quer sejam vitaminas, minerais, gorduras, glicose ou proteínas. Portanto quando algum nutriente está deficiente, haverá comprometimento em alguma destas etapas. Quando o profissional consegue identificar a real necessidade metabólica de seu paciente, os nutricosméticos terão importante papel na busca pela beleza.

Antes de escolher qual o melhor nutricosmético, quais os cuidados que o paciente deve tomar?
Deve ficar claro que deve-se buscar ajuda profissional, já que muitas vitaminas, minerais, proteínas e fitoterápicos em excesso podem ser tóxicos e comprometer a função hepática e renal. O nutricosmético deve ser prescrito individualmente, após Avaliação Nutricional e Bioquímica e só a partir de então, deverá ser manipulado conforme a necessidade de cada paciente. Não é receita de bolo, cada indivíduo é único e essa individualidade metabólica deve ser respeitada.

Por quanto tempo eles devem ser tomados, e depois de quanto tempo os primeiros resultados são percebidos?
Na prática, a partir de 20 dias os resultados começam a ser percebidos, como a melhora da retenção hídrica, da acne e das unhas. Com um pouco mais de um mês, a perda de peso é significativa e a melhora do cabelo fica evidente. Em dois meses há uma expressiva diminuição da celulite e cicatrização em casos de cirurgia plástica. O tempo de uso dependerá da resposta que o metabolismo de cada paciente manifestará e se as deficiências de vitaminas e minerais foram corrigidas.

http://www.diariodamanha.com/noticias/ver/13560/Nutricosméticos+%7C+Uma+ajuda+extra+na+beleza

Compartilhe com seus amigos!

Apoiadores